Que insights e aprendizados trago na bagagem após participar da NRF e fazer uma imersão em varejo em NY?

Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
NRF, maior evento de varejo do mundo que acontece sempre em Nova York nos Estados Unidos.

Ao longo dos anos como executivo, tive a oportunidade de participar de diversas feiras e congressos, mas esta é a primeira vez que participo da NRF, o maior evento de varejo do mundo que acontece sempre em Nova York nos Estados Unidos.

Antes de compartilhar alguns insights e aprendizados que surgiram durante a viagem, gostaria de reforçar a importância de deixar o dia a dia, a operação do negócio por um momento e se abrir para olhar o que acontece no mercado, pensar na estratégia, no futuro, observar o que algumas empresas estão fazendo e o que podemos fazer de diferente e melhor em nossas empresas.

É impossível traçar bons planos, inovar, evoluir, se ficamos apenas presos em nossa “caixa” apagando incêndios e olhando para trás.

A NRF 2020 Vision, foi uma fantástica experiência. Além de participar de muitas palestras e ouvir o que pensam e o que estão fazendo os executivos das maiores empresas do mundo, também tivemos a oportunidade de fazer visitas técnicas às melhores lojas em diferentes segmentos para conferir na prática o que estão fazendo para trazer valor para seus clientes e como consequência aumentar o resultado dos seus negócios.

Visitamos lojas de marcas grandes e pequenas, que já entenderam que o contexto mudou e o comportamento do cliente também. Adidas, Puma, Starbucks, Glossier, Amazon 4star, foram alguns dos exemplos. Em cada visita, pudemos ver ao vivo, na prática o que eles estão fazendo e trazer ideias de como podemos adaptar a nossa realidade em nossas empresas.

Outro ponto alto desta experiência em NY na NRF foi a possibilidade de conhecer e conversar com outros executivos do mundo todo e entender os desafios de cada um e como estão resolvendo.

Compartilho aqui alguns insights para provar reflexões e quem sabe nos ajudar a pensar no futuro.

1. O varejo não está morto e nem vai morrer como disseram alguns gurus no passado devido ao mundo digital. Contudo haverá uma grande transformação e terá um novo papel.


2. Mais do que produto as pessoas vão buscar experiências nas lojas. Por que devo ir até a sua loja para comprar um produto ao invés de clicar em meu celular? Que valor nossa loja, nossa marca gera para nosso cliente?
3. Existe um grande movimento das lojas que entenderam que precisam continuar o relacionamento com seus clientes no mundo digital. Não podem ficar fora deste meio. CRM, dados, e entender o comportamento dos clientes passa a ser pré-requisito para competir neste novo contexto.
4. Clientes buscam praticidade, conveniência, mas cada vez valorizam mais conexões humanas neste universo onde a tecnologia e o digital nos atropelam. Novas tecnologias serão cada vez mais utilizadas e devem favorecer as relações humanas.

5. Muitas empresas estão utilizando suas lojas como ponto de retirada de produto que são comprados na internet. 

6. Quer atender bem seus clientes? Então, cuide bem de seus colaboradores. Lembre se que é a sua equipe que se relaciona e atende seu consumidor. Estamos treinando desenvolvendo nosso time?
7. O cliente compra sua marca onde ele quiser. Lojas físicas estão montando lojas on line, lojas on line montando lojas físicas, lojas funcionando como hub logístico para retirada de produtos de clientes. Tudo interage e vira ponto de contato entre sua empresa e o cliente.

Fica cada vez mais evidente que vivemos em um novo contexto e a velocidade das mudanças é cada vez maior. Precisamos aceitar isso, abraçar as mudanças ao invés de resistir. É essencial trazer gente boa para nosso lado, honrar o passado, mas estar muito aberto para enfrentar o desafio de jogar o novo jogo no futuro, ou melhor no agora.

Thiago Salgado

Fundador da Família S.A.